Vingança? Mark Chapman assassino de John Lennon.

Todos sabem que John Lennon era um dos maiores artistas do Rock. O ex integrante da banda Beatles. Foi assassinado pelo “próprio fã” Mark Chapman.

Por mais bizarro que pareça essa é a verdadeira história, mas o fã, o assassino Mark Chapman, após 40 anos pediu novamente desculpas a viúva de John Lennon.

É bastante chocante o que ele diz sobre a morte do artista…

Em entrevista, várias informações de Mark Chapman foram a público. Confira agora, o que diz o Chapman.

Confira também:

Quem é Mark Chapman?

Chapman é um fã de John Lennon que infelizmente foi o próprio assassino do artista, isso em 8 de dezembro de 1980.

O mesmo deu 4 tiros no artista em frente ao seu apartamento em Manhattan, Nova York.

Depois do ocorrido a justiça não deu a ele a liberdade condicional!

Em Audiência o “fã” disse que fez o ato em “Gloria pessoal” e que se arrepende eternamente pelo o que fez.

E que até mesmo merecia pena de morte pelo o ocorrido, porém, o fato dele dizer que foi em “Gloria” faz com que tudo fique contraditório!

Talvez até fosse algo como “inveja”.

Pois Chapman disse que John Lennon na época era “muito, muito famoso, e que queria algo glorioso para sua vida, e então fez o que fez”…

Supostamente Chapman também queria ser famoso, e via da gloria do artista uma “brecha” para exatamente também adquirir a fama, e realmente conseguiu, porém da maneira mais “cruel”!

Chapman quando planejou o crime, tinha apenas 25 anos, e hoje está com 65 anos de idade, continua ainda preso.

O fim de uma carreira

O fim da carreira de John Lennon com certeza também afetou a vida de seus fãs que eram fascinados pela sua obra que ainda é imortal.

Porém o que mais assombrou na época, era que “isso virasse moda” fãs “assassinarem seus maiores artistas”.

Com certeza assim a morte de John Lennon foi traumática para muitos artistas da época!

Maior medo de “Yoko Ono” – Mark Chapman

Quando a pena de morte de Chapman foi abolida no estado de Nova York em 2007. Com certeza Yoko Ono ficou bastante amedrontada.

Pois seu maior medo, era que o mesmo fizesse tudo novamente, agora com ela e seu filho, herdeiro de John Lennon.

Afinal é algo para se questionar, pois, se o assassino disse que o assassinato foi por “gloria pessoal” e que aceitaria a pena de morte.

Afinal supostamente Yoko estaria em risco…

Chapman também afirmou em audiência que tudo que ele fez foi exatamente um ato “egoísta” e que lamenta todos os dias pela dor de Yoko, diz ele “penso isso o tempo todo”.

Um fato importante que a execução em pena de morte foi abolida. entretanto o assassino se encontra em prisão perpetua!

Realmente o que dá para se entender de toda essa conversa em audiência, com o próprio assassino é que a vida pública de um artista é bastante vulnerável.

Até mesmo um “fã”, é capaz de tirar a vida de seu artista favorito…